Novidades do tistu

Brincadeiras que trabalham as formas geométricas

25/05/2020

A identificação das formas geométricas abre espaço para uma série de conhecimentos que traçam o caminho do pensamento lógico abstrato.

O contato com as figuras deve começar nos anos iniciais da educação infantil, quando as crianças passam a reconhecer padrões, classificar, comparar. Assim, devem ser estimuladas por meio da exposição a vários tipos de formas, de tamanhos e cores diferentes, para que observem o elas têm em comum e em que diferem. Dessa maneira, passam a ser capazes de identificá-las em seu ambiente e reproduzi-las em desenhos, recortes e outras atividades manuais. 

Mais tarde, começam a entender os conceitos, reconhecer formas em duas e três dimensões e a compreender informações mais complexas, como o número de lados e vértices de cada forma. 

O trabalho com figuras geométricas estimula a atenção e discriminação visual, habilidades fundamentais também para a leitura e escrita. Exercita a capacidade de reconhecer, compreender e reproduzir conceitos de simetria, de quantidade e tamanho. Além disso fornece à criança um recurso visual fundamental na compreensão de informações abstratas quando começarem a aprender a lógica de cálculos. Isso porque a tarefa de tornar a matemática visualizável depende da utilização de formas geométricas. 

Portanto, temos muitos motivos para nos dedicarmos ao ensino das formas desde cedo e isso pode ser feito por meio de uma série de atividades lúdicas.

Separamos algumas que podem facilmente ser feitas em casa, com a ajuda da família. 

Painel geométrico

Materiais:

Aproximadamente um metro de papel kraft (se não tiver, pode ser cartolina ou papéis sulfites)

Tinta guache ou aquarela (pode ser feito também com giz de cera) 

Pincéis

Canetinha preta ou outra cor escura

Como fazer:

  • Desenhe com a criança uma série de formas geométricas de forma que fiquem sobrepostas em alguns pontos.
  • Para os círculos de diversos tamanhos, procure usar tampinhas, copos, pratos e outros objetos para ajudar a fazer os desenhos. Isso reforça o ensino das formas presentes no ambiente.
  • Cole na parede e peça à criança que pinte as formas de cores diferentes e com outras cores as figuras formadas pela sobreposição das formas desenhadas.


Formas com marshmallows

Materiais:

Palitos de dente ou de churrasco 

Marshmallow (pode também ser feito com uva, balas de goma ou bolinhas de massinha)

Como fazer:

  • Use marshmallows (uvas, balas ou massinha) como vértices. 
  • Monte com os palitos quadrados, triângulos, pentágonos, hexágonos.
  • Converse com a criança sobre quantos lados tem cada forma, com as maiores, também sobre quantos vértices.
  • Crianças maiores também conseguirão fazer modelos em três dimensões: cubo, pirâmide, prisma e tetraedro. 


Arte com formas

Material:

Papel sulfite

Lápis 

Régua 

Giz de cera

Como fazer:

  • Faça algumas formas no papel junto com a criança.
  • Peça que ela use a régua para fazer listras por toda a folha, sobrepondo as formas.
  • Instrua a criança a pintar as listras com duas cores alternadas, sendo que ela irá inverter as cores dentro das formas (veja a foto). 


Ligue os pontinhos:

Material:

Espuma de barbear 

Mesa de plástico, vidro ou outra superfície lisa

Como fazer:

  • Desenhe uma série de formas geométricas com pontinhos de espuma de barbear separados por um espaço de aproximadamente um centímetro.
  • Peça à criança que ligue os pontinhos, desenhando com os dedos as formas. 


O que as atividades trabalham:

  • Reconhecimento de formas
  • Identificação de padrões
  • Discriminação visual
  • Atenção visual
  • Pensamento abstrato e lógico
  • Coordenação motora fina
  • Tamanhos e quantidades
  • Classificação